E-mail Santa Casa contato@santacasago.org.br Telefone Santa Casa (62) 3254-4200 Transparência Santa Casa Banco de sangue para Santa Casa Banco de Sangue Resultados de exames Exames Doe Agora para Santa Casa Quero Doar
especialidades-medicas-e-exames
banco-de-sangue
atendimento-psicologico
banner-aniversario-santa-casa
especialidades-medicas-e-exames
banco-de-sangue
atendimento-psicologico
previous arrow
next arrow

Santa Casa de Misericórdia de Goiânia completa 85 anos de fundação

Data será comemorada com celebrações religiosa e festiva na quinta-feira, 4 de novembro, às 14h30, no hospital. A missa será celebrada por D. Levi Bonatto

No dia 4 de novembro, a Santa Casa de Misericórdia de Goiânia (SCMG) completa 85 anos de fundação. São oito décadas e meia de uma história que se confunde com a de milhões de goianienses, de goianos e de pessoas de vários cantos do Brasil, que, em diferentes momentos desta trajetória, encontraram no hospital o diagnóstico, o tratamento, a cura, a atenção e, principalmente, o cuidado e o acolhimento.

É difícil conhecer um goianiense que não tenha para contar uma história relacionada à Santa Casa. Afinal, desde 1936, somente três anos após a inauguração da capital, o hospital, que teve como uma das principais idealizadoras Dona Gercina Borges – esposa do fundador de Goiânia, Pedro Ludovico Teixeira -, vem cuidando de quem precisa.

Funcionando desde 1985 em um grande prédio situado na Rua Campinas, no Setor Americano do Brasil, a SCMG oferece assistência médico-hospitalar a milhares de pessoas, em praticamente todas as especialidades médicas.

O complexo hospitalar conta com cerca de 300 leitos, centros cirúrgicos, alas de Unidade de Terapia Intensiva, mais de 800 colaboradores, mais de 200 médicos e 60 residentes, o que faz da Santa Casa o maior hospital da rede Sistema Único de Saúde (SUS) do Centro-Oeste.

Apenas em 2020, a Santa Casa, que é uma instituição filantrópica, realizou cerca de 50 mil internações, mais de 4 mil cirurgias e mais de 300 mil exames laboratoriais. A quase totalidade desta assistência é feita pelo Sistema Único de Saúde (SUS), sem custo para o paciente.

O hospital, que em um passado recente enfrentou sérias dificuldades e o risco de uma interdição ética, hoje caminha nos trilhos. A gestão iniciada em 2017, tendo na superintendência geral a médica Irani Ribeiro de Moura, conseguiu recuperar a instituição, sanar deficiências, criar novos serviços e colocar a Santa Casa em ordem.

A nova gestão, que manteve Irani Ribeiro de Moura na superintendência geral e estará à frente da Santa Casa no período de 2021 a 2025, tem a missão de fortalecer a instituição e promover a sua sustentabilidade, ampliando a assistência à população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.