E-mail Santa Casa contato@santacasago.org.br Telefone Santa Casa (62) 3254-4200 Transparência Santa Casa Banco de sangue para Santa Casa Banco de Sangue Resultados de exames Exames Doe Agora para Santa Casa Quero Doar
banner-santa-casa-novo-site
banner-santa-casa-novo-site
especialidades-medicas-e-exames
banco-de-sangue
atendimento-psicologico
Sipat_2021
Sipat_2021
especialidades-medicas-e-exames
banco-de-sangue
atendimento-psicologico
previous arrow
next arrow

17/09 – Dia Mundial Da Segurança do Paciente Santa Casa de Misericórdia de Goiânia desenvolverá ações educativas para colaboradores e pacientes

Para celebrar o Dia Mundial da Segurança do Paciente, comemorado em 17 de setembro, a Santa Casa de Misericórdia de Goiânia (SCMG) realizará uma série de ações na quinta e sexta-feira, dias 16 e 17, a fim de divulgar e conscientizar pacientes, acompanhantes e os colaboradores da unidade sobre a importância da segurança do paciente.

Para promover as ações, a Comissão de Segurança do Paciente, composta por coordenadores das áreas assistências e administrativas, desenvolverá atividades lúdicas e educativas de aprimoramento e capacitação das 8 às 10 horas, em um ponto estratégico do hospital: piso 2, o que facilitará o acesso da equipe assistencial e a visualização dos pacientes neste evento que enaltece a segurança de cada um.

Thátila Nepomuceno, enfermeira do Núcleo de e Segurança do Paciente (NUSP), explica que a meta é que a partir do conhecimento as pessoas se transformem em agentes de boas práticas, tornando a assistência ao paciente mais segura.

Confira as ações a serem realizadas

• Big Fone da Segurança
Consiste em ligar para um dos setores do hospital e o profissional que atender, responderá uma pergunta relacionada às metas de segurança do paciente. O colaborador que acertar, ganha um brinde.

• Roleta das Metas
Uma roleta com os nomes das metas de segurança. O participante roda a roleta e responde as perguntas relacionadas à meta que foi sorteada. Se acertar, ganha um brinde.

• Caixa da Verdade
O objetivo é verificar a eficácia da higienização das mãos pelos colaboradores. Por meio da aplicação de álcool gel nas mãos, é possível visualizar, de forma bem prática, se a lavagem das mãos foi correta. Isso é possível porque, dentro da caixa, uma luz negra evidencia os locais em que o álcool não foi bem passado.

• Corrida das Metas
Com uma demarcação no piso, nas cores verde, vermelha, amarela e azul, quatro equipes competem de uma só vez. Conforme acertem as perguntas, avançam uma casa a caminho da chegada, onde estará sinalizada a expressão “Segurança do Paciente”. Quem chegar ao centro primeiro, ganha um brinde.

Saiba mais sobre as Metas de Segurança do Paciente

Criadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), as metas reúnem estratégias focadas em evitar situações que o coloquem em risco o paciente, e são elas:

  • Identificação correta dos pacientes: todos os pacientes devem ser identificados corretamente, com, no mínimo, nome completo, data de nascimento e número de prontuário.
  • Comunicação efetiva: é importante que a equipe compreenda as queixas e sintomas do paciente e verifique o quanto o paciente e sua família entendem sobre o processo da doença, tratamento e prescrições.
  • Melhorar a segurança dos medicamentos: padronizar procedimentos para garantir a segurança de armazenamento, movimentação e utilização de medicamentos.
  • Cirurgia Segura: a iniciativa tem como objetivo diminuir os riscos cirúrgicos ao paciente.
  • Higienização correta das mãos: A higienização das mãos, por exemplo, é um dos métodos mais simples para evitar infecções no ambiente hospitalar.
  • Prevenção de queda e lesão por pressão: no ambiente hospitalar, é necessário identificar riscos de queda dos pacientes e agir preventivamente, evitando lesões.

“Durante a pandemia, percebemos o quão importante são essas metas. A meta 5, que fala sobre a correta higiene das mãos, vem salvando diversas vidas no mundo. Por isso, é fundamental que cada colaborador faça a sua parte e dissemine, também, essas informações entre os pacientes”, diz Thátila Nepomuceno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.