Santa Casa assina termo de compromisso com a Sociedade Beneficente Israelita Albert Einstein

Santa Casa de Misericórdia de Goiânia assina Termo de compromisso com a Sociedade Beneficente Israelita Albert Eisntein para implantação do projeto Desenvolvimento/Aperfeiçoamento do plano estratégico e desenvolvimento de consultoria de gestão em hospitais filantrópicos do Brasil, uma estratégia do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS), que é uma ação do Ministério da Saúde desenvolvida para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde.

As atividades tiveram início na primeira semana de abril, com a presença das consultoras do projeto Júnia Cordeiro e Fernanda Guerra, ocasião em que apresentaram as etapas do projeto, realizaram visitas nos setores e entrevistaram os superintendentes, gestores e coordenadores.

A segunda etapa aconteceu dias 27 e 28 de maio, quando foi apresentado o diagnóstico e o plano de ação de melhorias para os processos da Santa Casa.

Em cumprimento ao cronograma estabelecido, uma nova visita da consultoria está programada para 01 de julho, e a conclusão do processo está previsto para o dia 24 de dezembro de 2019.

 

Colaboradores participam de curso sobre proteção para trabalho em altura

Colaboradores do setor de Manutenção e Técnicos da área de Segurança do Trabalho (SESMT) da Santa Casa de Misericórdia de Goiânia (SCMG) participaram de curso sobre a NR 35, que estabelece requisitos mínimos de proteção para o trabalho em altura.

Os participantes receberam informações sobre o uso de equipamentos necessários para desenvolver esse tipo de atividade. Exercícios práticos em escadas móveis e fixas também foram realizados.

Promovido pela Gerência Administrativa da SCMG, que tem sob o comando Hercílio Dias, e coordenado pelo engenheiro Fabrício de Oliveira, chefe do setor de Segurança do Trabalho da Santa Casa, o treinamento contou ainda com a parceria da empresa RMPS da Silva Santa – Assessoria, Consultoria e Treinamentos.

 

Santa Casa realiza II Semana de Enfermagem

De 21 a 30/5, foi realizada a II Semana de Enfermagem da Santa Casa. Sob a coordenação da enfermeira Suellen Said, do Núcleo de Segurança do Paciente (NUSP), o evento contou com palestras, campanhas de vacinação para imunizar os trabalhadores da saúde e boas práticas de higienização das mãos.

A Semana de Enfermagem tem o intuito de divulgar temas relevantes para a área e qualificar processos para garantir maior eficiência aos serviços ofertados pela Santa Casa.

 

 

PUC Goiás doa 800 quilos de alimentos para Santa Casa

Evento realizado durante o Carnaval arrecadou as doações para a instituição

A PUC Goiás entregou, nesta quinta-feira (07), a doação de 800 quilos de alimentos para a Santa Casa de Misericórdia de Goiânia. As doações foram arrecadadas na terça-feira (05), feriado de Carnaval, durante uma aula de cursinho do Instituto Rodolfo Sousa, realizada no Teatro PUC (Campus V), que reuniu alunos e professores que trabalharam revisões de conteúdo das principais disciplinas para os concursos públicos policiais.

A PUC arrecada, há mais de 15 anos, doações que são direcionadas à entidades filantrópicas. “ Desta vez, a arrecadação foi fruto de parceira entre a PUC e o Instituto. Eles nos procuraram e pediram que destinássemos para alguma entidade”, disse Marley Cappi, assessora da Pró Reitoria da Administração.

Foram arrecadados arroz, feijão, óleo, sal, açúcar, macarrão e leite. “É revigorante saber o quanto somos abraçados pela comunidade! Receber essas doações significa que estamos no caminho certo. Nosso setor de Voluntariado e Central de Doações tem muito a agradecer às pessoas que entendem nossa luta diária e a importância do nosso trabalho”, agradeceu  o responsável pelo Voluntariado da Santa Casa de Goiânia, Roberto Ribeiro.

“Diariamente, gastamos uma quantidade grande de alimentos para produzirmos as refeições especiais dos nossos pacientes e também atendermos nosso colaborador. Essas doações fazem a diferença no nosso dia a dia. Através delas, conseguimos continuar produzindo com qualidade e ainda mais amor a alimentação de todos aqui. Mais uma vez, muito obrigada por abraçarem a Santa Casa, concluiu a Nutricionista Coordenadora, Hérica Lira Albuquerque Carvalho.

“O gesto do Instituto Rodolfo Souza é muito pequeno perto da enorme necessidade da Santa Casa de Goiânia, diariamente são oferecidas milhares de refeições aos pacientes, são realizadas centenas de consultas e cirurgias. Fiquei pensando na quantidade de famílias que são atendidas e quantas vidas são salvas, tive a certeza que o hospital faz e continuará fazendo parte da vida de muito goiano”, enalteceu o professsor e diretor , Rodolfo Souza.

Corrente do Bem

A sua ajuda é muito bem-vinda. Através da sua doação, conseguiremos proporcionar ainda mais qualidade de vida a milhares de pacientes. Compartilhe com o próximo a sua humanidade. Doe o valor que o seu coração mandar e contribua com essa corrente de amor. Acesse: santacasago.org.br ou ligue  (062) 3254-4229

Residentes da Santa Casa comemoram formatura em baile

Trinta e oito formandos celebraram o fim de uma jornada e o início de um novo caminho

Trinta e oito residentes da Santa Casa de Misericórdia celebraram, na última sexta-feira (22), a conclusão de uma bela jornada. O evento foi marcado pelo tradicional baile de formatura, que foi realizado no Espaço Villa di Lucca. Essa é a 39ª turma formada pela instituição.

Com uma decoração impecável, valorizada pela iluminação cênica, os formandos e familiares festejaram esta importante etapa. Além destes, estiveram presentes os Superintendentes da SCMG, médicos e autoridades.

Para o médico e atual presidente da Comissão de Residência Médica da Santa Casa (Coreme), Rodrigo Paashaus de Andrade, a conclusão desta jornada é uma vitória, pois os residentes passaram por dificuldades. “Foi difícil. Chegamos a pensar que a Santa casa iria fechar as portas. Somente 60, dos cerca de 285 leitos do hospital, estavam ocupados, a falta de medicamento e de pagamentos era recorrente, além dos movimentos de greve. Tudo isso nos levou a pensar que o fim estava próximo. Mas, felizmente, a doutora Irani Ribeiro chegou como Superintendente Geral da Santa Casa e trouxe os Superintendentes Técnico e Administrativo, doutor Pedro Ivandosvick e o doutor Irondes Morais, que através de muito trabalho e transparência, conseguiram resgatar o respeito e a qualidade que a Santa Casa sempre mereceu”, disse Paashaus.

Em trinta e nove anos, mais de quinhentos médicos especialistas foram formados pela SCMG. “Continuem seguindo o caminho do bem que demonstramos na Santa Casa. Vocês têm o nome do hospital estampado nos diplomas da especialidade que escolheram para trabalhar pelo resto da vida, enalteçam a Santa Casa por todos os lugares que passarem e saibam: aqui sempre será o porto seguro de vocês”, finalizou o médico Rodrigo.

Mais fotos


Dom Levi celebra missa na Santa Casa de Goiânia

Celebração anunciou o início da Campanha da Fraternidade deste ano


A Santa Casa de Goiânia realizou, nesta quarta-feira (21), uma missa para seus colaboradores. Com o tema “Ouçamos a palavra de Deus. Ela nos revela como ser uma comunidade que vive amor”, a missa foi celebrada pelo Bispo Auxiliar de Goiânia, Dom Levi Bonatto. Na celebração, o Bispo anunciou – de forma simbólica – o início da Campanha da Fraternidade 2019, que será lançada oficialmente no dia 06 de março, em todo o País.

O momento de fé, devoção e religiosidade, reuniu colaboradores da entidade, superintendentes, além de médicos, enfermeiros e pacientes, na Ala Madre Paulina, no segundo andar do hospital. “Estamos aqui para agradecer a Deus e pedir que a Santa Casa cumpra com sua missão. Vamos pedir a Ele que cuide dos funcionários, dos pacientes e de todos que passam por este lugar”, rezou o bispo, dando início à celebração.

Neste ano, a Campanha da Fraternidade da Igreja no Brasil vai tratar do tema: Fraternidade e Políticas Públicas. O objetivo é estimular a participação em políticas públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja para fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais da fraternidade.

“Estamos no caminho certo. Sentimos a presença de Nossa Senhora aqui na Santa Casa. Ela tem nos auxiliado nos momentos difíceis. Com fé e muita disposição vamos continuar trabalhando duro para salvar vidas”. Finalizou a Superintendente.

Fotos

Após atendimento, paciente presenteia Santa Casa com imagem do Sagrado Coração de Maria

Com arritmia cardíaca paciente realizou cirurgia na última terça-feira(12)

 

Com o quadro clínico de taquicardia paroxística supraventricular, mais popularmente conhecida como arritmia, a massoterapeuta e artesã Wanessa Souza Leite, de 37 anos, chegou à Santa Casa de Goiânia na última terça-feira (12) para realizar uma cirurgia cardíaca que aguardava há quase um mês.

Ela conta que o problema fazia seu coração bater a mais de 275bpm. “Descobri meu problema há um ano e sete meses. Estava sentada no sofá da minha casa quando meu coração disparou do nada. Fui levada para a Unidade de Pronto Atendimento de Rio Verde com batimentos a 280bpm, fiquei internada e fiz reversão cardíaca com adenosina. Essas crises se repetiram mais oito vezes, mesmo tomando medicamento. Tive de fazer repouso absoluto”, conta Wanessa.

Foram mais de duas horas de cirurgia e como reconhecimento e gratidão aos serviços prestados por toda equipe do hospital ela presenteou o Departamento de Cardiologia com uma imagem que ela mesma fez do Sagrado Coração de Maria. “Foram mais de 10 horas decorando a imagem. As pérolas foram coladas uma a uma, à mão. Essa foi a forma que encontrei de agradecer a todos do hospital. Fui muito bem tratada, conversei com pessoas humildes e, no mundo de hoje um atendimento público com a receptividade como tive merece aplausos. Obrigada por tudo”, concluiu Wanessa.

A Superintendente da Santa Casa, Irani Ribeiro, em nome de todos os funcionários do hospital agradeceu o presente. “Ficamos muito felizes, primeiro por saber que os nossos colaboradores estão dando o seu melhor aos nossos pacientes e, segundo, com a forma de gratidão que ela teve por nós. A imagem é a representação do agradecimento dela por ter ficado satisfeita com nossos atendimentos. Agradecemos muito pelo presente”, finalizou.

UTI da Santa Casa de Goiânia é equipada com 10 novos ventiladores mecânicos

Os equipamentos serão utilizados em pacientes graves e que necessitam de ajuda de aparelhos para sobreviver

A UTI da Santa Casa acaba de ganhar dez novos ventiladores mecânicos para modernizar o parque tecnológico da unidade. Os equipamentos serão utilizados em pacientes graves e que necessitam de ajuda de aparelhos para sobreviver. O Centro Cirúrgico do hospital realiza mais de 400 cirurgias por mês, incluindo cirurgias cardíacas e transplantes. Por serem procedimentos de alta complexidade, os pacientes necessitam ser direcionados após a cirurgia para a UTI e, por isso, a atualização dos equipamentos é essencial para que o procedimento seja realizado com qualidade e segurança.

O médico intensivista e superintendente técnico do hospital, Pedro Ivandosvick, a conquista representa apenas um dos demais investimentos que a gestão irá fazer em 2019. “Já houve época em que não realizamos cirurgias por falta do equipamento, mas agora a realidade é outra. Esses ventiladores vêm enriquecer o nosso parque de máquinas e estamos muito empolgados com essas e outras melhorias que estão sendo promovidas na UTI da Santa Casa”, completa.

A aquisição dos aparelhos foi realizada por meio de verbas de emendas parlamentares destinadas ao hospital, que atende mais de 4.400 pacientes ambulatoriais por mês e interna mensalmente cerca de 820 pacientes.

Entenda

A ventilação mecânica é uma das ferramentas mais importantes para a equipe multiprofissional no ambiente hospitalar, e é de extrema importância que os equipamentos sejam compatíveis com os diferentes quadros clínicos apresentados pelos pacientes.

Santa Casa de Goiânia: Pioneira no Centro-Oeste a realizar tratamento a laser para cálculo renal

Procedimento é feito exclusivamente em pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS)

 

Equipe médica realizando procedimento a laser em paciente com cálculo renal pelo SUS

 

A partir de agora a Santa Casa de Goiânia vai realizar mensalmente cirurgias a laser para cálculo renal, em pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).  O primeiro procedimento, chamado “ureterorrenolitotripsia flexível a laser”, foi feito no dia 26 de janeiro.

Esse método possibilita uma cirurgia minimamente invasiva, em que não são realizados cortes e provoca o mínimo de impacto sobre a rotina de quem o realiza. “Por ser minimamente invasiva, essa cirurgia oferece mais conforto ao paciente. Tanto a internação, quanto o processo operatório são mais rápidos e em torno de uma semana o operado já pode voltar a sua vida profissional e social normalmente”, explicou o médico Urologista José Dias.

Ainda segundo o médico, a nova tecnologia dará oportunidade de aprendizado aos alunos e residentes da Santa Casa. “É a primeira cirurgia dessa natureza realizada pelo SUS no Centro-Oeste. É um grande ganho para os nossos alunos e residentes e para os pacientes da rede pública de saúde, que podem contar com tecnologia de ponta e profissionais altamente treinados para realizar a cirurgia, sem custos”, concluiu José Dias.

Estima-se que uma entre 10 pessoas vai apresentar pedras nos rins ou nos ureteres pelo menos uma vez até chegar aos 70 anos de idade. A formação pode ser consequência de herança genética e também está ligada a hábitos de vida pouco saudáveis como o excesso de ingestão de sal e alimentos gordurosos, em contrapartida da baixa ingestão de líquidos.  Pacientes com cálculos renais apresentam fortes dores nas costas e em toda a região abdominal. Em alguns casos há, ainda, dificuldade para urinar.

De acordo com o setor de Urologia do hospital será realizada até duas cirurgias por mês e o paciente será selecionado de acordo com a necessidade do procedimento. “Firmamos uma parceria com a empresa Handle que irá nos emprestar o equipamento. Agora a cada mês vamos selecionar até dois pacientes para realizarmos a cirurgia e oferecer a ele qualidade de vida”, explicou o médico residente Rogério Menezes.

Participaram desse procedimento os médicos José Dia Neto, Felipe Dias, Marco Aurélio, Thiago Machado, Guilherme David, Rogério Menezes, Tiago Moares, Luis Kleber e João Ernesto.

Hospital vai realizar até duas cirurgias por mês

Entenda

Ureterorrenolitotripsia flexível a laser  é um procedimento endoscópico para visualização interna do ureter e rim. Os ureteroscópios são os aparelhos destinados a este fim, podem ser rígidos ou flexíveis. Eles apresentam canais de trabalho em seu interior, por onde se pode introduzir fibras de laser, extratores de cálculos e também pinças.

A ureteroscopia flexível é o método que permite acessar cálculos em posição mais superior no ureter e também no rim, com altos índices de sucesso. Como se trata de procedimento endoscópico, não há incisões. A introdução do instrumento se faz através de um orifício natural, a uretra. A fibras de laser permite reduzir os cálculos a pequenos fragmentos que serão eliminados espontaneamente ou podem ser retirados durante a cirurgia. Ao final do procedimento é instalado um cateter, através do ureter a fim de evitar dor e desconforto. Este cateter permanece por alguns dias e depois é retirado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Governador, Secretário de Saúde e equipe do Hospital de Amor visitam Santa Casa

Visita aconteceu nesta terça – feira (29), e teve como objetivo a troca de experiências entre as instituições

 

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, acompanhado do secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino, e do diretor presidente do Hospital de Amor (Hospital do Câncer de Barretos), Henrique Prata, visitaram nessa terça-feira (29), a Santa Casa de Misericórdia de Goiânia. Essa foi a primeira visita dos gestores à unidade, referência regional como maior unidade de saúde de caráter filantrópico no tratamento de média e alta complexidade médica.

Os superintendentes da unidade, Irani Ribeiro, Irondes Morais e Pedro Ivandosvick recepcionaram as autoridades na unidade, apresentando a estrutura física do hospital e enumerando os serviços ofertados. Após conhecer o funcionamento da Santa Casa, o governador frisou que não se faz medicina visando ganhar dinheiro. “Medicina se faz com viés humanitário e respeito à vida, comprometida com a boa qualidade da medicina e com resultados”, disse.

Referência no tratamento humanizado ao câncer, o Hospital de Amor, realiza cerca de 18 mil consultas clínicas anuais. São realizadas em torno de 2.400 cirurgias/ano e recebem pacientes de todos os estados do País. “Trouxe minha equipe para apresentar nossa atuação lá em Barretos e nos colocamos a disposição de toda a equipe de saúde goiana para implementar ações estratégicas com redução de custos e melhoria na oferta dos atendimentos”, afirmou Prata.

Para a Santa Casa a troca de experiências é fundamental para desempenhar um trabalho de qualidade. “Essa foi a oportunidade de mostrar a Santa Casa, o que caminhamos, e mostrar que nós podemos oferecer ainda mais leitos para o Estado que está precisando tanto”, disse a Superintendente Geral da Santa Casa, Irani Ribeiro.

Crédito das imagens: Erus Jhenner