Reformas ampliam conforto nas instalações da Santa Casa

Área de convivência dos apartamentos foi totalmente reestruturada

A Santa Casa de Misericórdia de Goiânia (SCMG) está de cara nova após passar por várias obras de reforma. Nos últimos meses, o hospital recebeu melhorias na fachada, em ambientes de circulação internos, salas administrativas, consultórios médicos e no Centro de Diagnose. Uma nova iluminação, com lâmpadas de LED, também foi instalada em todo o complexo da SCMG. Novos assentos estão à disposição dos pacientes e visitantes.

Superintendente-geral da Santa Casa, a médica Irani Ribeiro de Moura convida a população a conhecer a nova estrutura do hospital. Ela destaca que o trabalho de restauração da SCMG coloca em evidência o propósito da atual gestão, de resgatar a credibilidade da entidade filantrópica e oferecer à população um serviço médico de excelência, com segurança, conforto e bem-estar para o paciente.

Irani Ribeiro frisa que a Santa Casa de Goiânia é hoje um novo hospital. “Temos um excelente corpo clínico e uma equipe muito profissional, dedicada. Agora, com essas reformas, estamos usando o que a Santa Casa possui de melhor para que o paciente sinta no atendimento os diferenciais de um hospital com 81 anos de tradição em Goiás”, diz Irani.

Coordenador Donizetti Luiz e o médico Edmar Alves: revitalização do Centro Médico

Novos consultórios

Quem passa pelo Centro Médico se depara agora com os 24 consultórios inteiramente reformados. Na reforma, paga pelos médicos, as salas receberam aparelhos de ar-condicionado novos, assim como piso de alto padrão e pintura de todas as paredes.  “Tudo isso foi feito porque nós, médicos, acreditamos no potencial da Santa Casa”, comenta o coloproctologista Edmar Alves de Oliveira, um dos profissionais que investem na SCMG.

Edmar comemora ainda a pintura da sala da Telefonia e a restauração do Centro de Diagnoses, feita com colegas médicos da Comissão de Revitalização da Santa Casa de Misericórdia de Goiânia. O espaço, que fica no 1º andar, foi todo pintado e recebeu melhorias em várias salas de exame.

Apartamentos modernizados

Em breve, os pacientes da Santa Casa poderão usufruir de apartamentos novinhos em folha, com a pintura toda refeita e TVs de última geração. É outro investimento do médico Edmar Alves com a Comissão de Revitalização da SCMG. Os obras seguem a pleno vapor.

A nova Sala de Coleta
Pensando em proporcionar bem-estar aos pacientes, a Superintendência Executiva construiu e aparelhou a recém-inaugurada Sala de Coleta. A unidade funciona no Centro de Diagnoses e foi criada com o intuito de aprimorar a coleta de materiais para exames. Segundo a administração da Santa Casa, a sala propicia conforto e privacidade aos usuários.

Estar médico

A Santa Casa acaba de ganhar também uma nova sala de estar médico, destinada aos residentes. A obra foi custeada pela Comissão de Residência Médica (Coreme). Presidente do Conselho Científico da Coreme, o médico Rodrigo Paashaus de Andrade explica que o espaço, equipado com TV e copa, “proporciona ao médico residente o conforto que todo médico merece no exercício de sua profissão e cumpre normativa orientada pela Comissão Nacional de Residência Médica”, esclarece Rodrigo.

Deusmar Silva, da Manutenção, coordena a execução das obras de reforma na SCMG

Mais reformas

O corredor que dá acesso ao Centro Cirúrgico e à Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no 1º piso, teve a pintura refeita, e agora é iluminado por modernas lâmpadas de LED. Todas as portas distribuídas ao longo do corredor foram padronizadas.

Ainda no andar térreo, consultórios médicos e banheiros foram reformados. Um aparelho televisor foi instalado no corredor de espera. O gesto solidário de doadores viabilizou a reforma da quimioteca, que recebeu novos brinquedos, decoração e pintura.

No 1º andar, outro corredor, que dá acesso às Superintendências, foi todo pintado por iniciativa da administração da SCMG. Junto com essas obras capitaneadas pela Superintendência Executiva vieram a recuperação de quadros murais, a reforma de salas administrativas, troca de parte do telhado e reparos nas instalações elétrica e hidráulica.

“A Santa Casa voltou a ser cuidada”

É com essa declaração que o coordenador da Manutenção da Santa Casa, Deusmar José da Silva, resume as impressões que ele tem sobre este atual momento. “Nós sabemos que a intenção da Superintendência é de refazer a estrutura completa e, para isso, a Santa Casa precisa de mais investimentos. No entanto, pelo que já foi feito, a gente tem o prazer de ver que a Santa Casa de Misericórdia de Goiânia voltou a ser cuidada”, conclui Deusmar.

 

previous arrow
next arrow
ArrowArrow
Slider

Fonte: Assessoria de Comunicação | SCMG